HIGH STYLE LADIES 2015

   

 
    

  

Anúncios

 Joyeux Anniversaire Jacques Fath

   

   

O fashion designer Jacques Fath ( 6 Set 1912-13 Nov 1954) fazia e acontecia na moda pariseiense pós guerra. Considero JF o nome mais sofisticado da década de 40 e primeiros anos dos 50. Blusas e tailleurs com peito plissado, capas volumosas e silhueta esguia são facilmente reconhecidas e ligafas ao seu nome. Enquanto Dior que como começava a mostrar o new look e como maison de couture foi muito maior, Jaques Fath formava e ensinava assistentes loucos para sugar sua alma sofisticada. Givenchy, Guy Laroche e Valentino serviram JF, o pequeno príncipe da moda como era chamado. A modelo francesa ruiva Bettina Graziani, que fale eu em março deste ano, já era uma de suas favoritas antes de se tornar musa de Givenchy. Na foto central, JF fotografado por Irving Penn. Joyeux Anniversaire Monsieur Jacques Fath!

  

Jacques Fath lançou vários perfumes femininos e alguns masculinos. Green Water pour Homme é difícil de achar mas vale a busca!  

  

Edward VIII – Duke of Windsor

  
É sabido que o Duke de Windsor é considerado o homem mais estiloso do século XX, mas muitos não sabem o que caracteriza e distingue seu gosto dos outros mortais. Seu closet ( foto abaixo) era recheado de calças e paletós xadrezes em diversas cores. As vezes xadrez miúdo outras vezes esta padronagem super nobre era extra large apesar de DoW ter sido um homem de baixa estatura. O truque era usar os paletós mais curtos para alongar as pernas.  

Confiram a lista abaixo que faz seu estilo único inspirar o guarda roupa masculino

• Alfaiataria from top to bottom

• Tweed, tweed e tweed sempre

• Cravo branco na lapela do smoking sempre usado acima do lenço branco no bolso

• Blazer e paletós com quatro e até cinco botões na manga

• Meias de cor diferente da calça 

• Meias Argyle, as famosas meias escocesas em losangos

• Camisas com monograma abaixo do peito

• Calças com cintura alta 

• Cintos de tecido 

• Adotou sapatos marrons com terno marinho, algo inédito na sua época

• Gravata borboleta de gorgorão ou seda com micro desenhos enquanto os outros usavam de cetim liso

• Polo shirts com paletós xadrezes

• Multipattern outfit com gravata e lenço quadrado de bolso com estampas coordenadas mas jamais combinadas

• Spectator shoes em marrom e off white

• Abotoaduras com monograma

• O nó que leva seu nome, o famoso nó Windsor , não era o que usava. Seu nó era o Four in Hand, usado de maneira própria, torcendo um pouco o nó. Já o nó Windsor foi criado em sua homenagem pelos american College boys, que usavam gravatas mais streitas

• Seu estilo é considerado ” dress soft” por privilegiar o conforto na maneira de vestir. Foi um dos primeiros a usar paletós não estriturados. Nada mais deliciosamente confirtável e chic desde então

• Bolsos retos nos paletós

• Bolsos mais profundos nas calças, especialmente do lado esquerdo para colocar as cigarreiras quadradas que tanto gostava

• Fair Isle suéter para jogar golfe

• Swimming trunks e beach shorts xadrezes viraram febre no mundo todo a partir dos anos 30, inspirados pelo Duke  

• Nos anos 20, passou a usar smoking em azul escuríssimo, chamado midnight blue , no lugar do tradicional smoking preto. A explicação por trás deste capricho fzz todo sentido: DoW dizia que o azul escuro ao contrário do preto, realçava a textura, lapelas, bolsos e botões e ficavam mais aparentes nas fotografias em preto e branco

 

Bombshell Dress

   

A esquecida designer nova iorquina Ceil Chapman, era idolatrada por seus vestidos de cocktail conhecidos como Bombshell Dress que mararam as déccadas de 40,50 e 60. Monroe, Taylor, Bacall, Kelly e todas as mulheres que seguiam a moda chicosa-gostosa,  adotaram o Bombshell Dress como look diário bombástico!